Imagem: Pixabay

Lojas online lideram preferência dos consumidores durante Black Friday

O Brasil conta com importantes e tradicionais datas promocionais como o Dia das Mães, Dia das Crianças e natal. Portanto, uma promoção surgida somente em 2011 e já configurar entre elas, são demonstra o seu sucesso. Trata-se da Black Friday, quando milhões de consumidores vão as compras em busca de ofertas bem convidativas.

Sempre realizada na quarta sexta-feira de novembro, a data promocional reúne as principais e maiores lojas de diferentes segmentos como roupas, calçados, eletrônicos, móveis, cosméticos, perfumes, viagens e serviços.

A Black Friday é a principal data do calendário do e-commerce brasileiro

Nascida com o DNA 100% do e-commerce brasileiro, quando um site de descontos trouxe para o mercado nacional, uma importante data comemorativa do varejo dos Estados Unidos.

De lá para cá, muitas coisas mudaram, os descontos foram aderidos pelas lojas físicas, e os consumidores ficaram mais atentos e passaram a planejar melhor as suas compras. Por outro lado, a sua vocação online, não se perdeu.

É o que apontou um relatório disponibilizado pela Ebit|Nielsen, para a edição de 2018, que ocorrerá no dia 23 de novembro próximo.

Entre os dados mais importantes, apontaram que, 52% das pessoas entrevistadas fizeram suas compras em uma loja online e 57% delas pesquisaram os produtos de interesse online antes de concluir a aquisição. Ou seja, tanto sites comparadores de preços como o LiquidaLojas, quando as lojas online, ou é ponto de partida ou ponto de conclusão das compras durante a Black Friday.

Além do pioneirismo do varejo online, outro fator que leva tantos consumidores a optar pela Black Friday online estão, a praticidade de pesquisa. Isso porque, é poucos cliques é fácil pesquisar o mesmo item em diferentes lojas.

Já, com o uso de aplicativos, também é possível ter acesso a listagem de preços médios cobrados nos últimos 30 dias antes da promoção. Ferramentas como essas, inibem algumas lojas a praticar preços maquiados, também conhecidos como “Black Fraude”

A data pode ser usada para antecipar as compras de natal

Muitas lojas disponibilizam ofertas com descontos de até 70%. Mas esses preços ficam mais restritos a produtos de menor valor. Apesar disso, muitos consumidores aproveitam a data e antecipam as compras de natal.

Ou seja entre 26% e 20% das pessoas disseram que pretendem comprar algo para a família e dar de presente, respectivamente, aponta levantamento da Ebit|Nielsen.

Apesar disso, a principal característica da Black Friday, fica por conta  das compras de uso próprio como celulares, roupas e calçados.

As dez categorias mais desejadas pelo e-consumidor na Black Friday são:
1) Eletrônicos
2) Eletrodomésticos
3) Smartphones
4) Informática
5) Moda e acessórios
6) Cosméticos e perfumaria
7) Casa e decoração
8) Livros
9) Brinquedos e games
10) Esporte e Lazer